PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

Guarulhos deve aderir à paralisação sanitária do transporte na terça-feira

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Ponto de ônibus 4 de setembro
Foto: Eurico Cruz

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

Reunião com Estado deve ocorrer hoje para cobrar um calendário de vacinação para profissionais do transporte de todo o Estado

Atualização

O presidente do Sincoverg e vereador Maurício Brinquinho (PT) afirmou que os motoristas e cobradores de Guarulhos devem aderir à paralisação estadual do transporte público de terça-feira (20) para cobrar um plano de vacinação da categoria contra a covid-19.

“Nós estamos de frente com o coronavírus desde o inicio, muitos companheiros e companheiras perderam a vida, foram infectados. Nós transportamos todos, muitos trabalhadores e trabalhadoras da área de saúde, da área de sepultamento, IML, enfim”, afirmou Brinquinho.

De acordo com Brinquinho, a reivindicação não se trata apenas da saúde dos trabalhadores, mas também da saúde da população.

“Além da gente poder se infectar com o risco de muitas pessoas que a gente carrega em um espaço pequeno, se um trabalhador ou trabalhadora nosso estiver assintomático, quantas pessoas nós podemos infectar dentro do ônibus. Então é uma questão de saúde pública”, afirmou o presidente do Sincoverg.

De acordo com Brinquinho, uma reunião com o Governo do Estado está programada para as 19h desta segunda-feira (19). Caso não seja apresentado um plano de vacinação, a paralisação será mantida.

O Guaruset (Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos e Metropolitanos de Passageiros de Guarulhos e Arujá) também confirmou, em comunicado, sobre a possibilidade de paralisação geral no sistema de transporte por ônibus.

O sindicato patronal também afirmou que vai recorrer a todos os meios cabíveis para minimizar os impactos dessa possível paralisação no serviço de transporte da cidade de Guarulhos e região metropolitana.

Greve no Metrô

“O Guaruset não tem poupado esforços em adotar todas as medidas e protocolos sanitários possíveis para proteger e dar segurança aos empregados das empresas que representa”, diz o sindicato patronal em nota.  

O Sindicato dos Metroviários também aprovou greve sanitária da categoria para esta terça-feira, mas, no sábado (17), os funcionários do Metrô e da CPTM receberam um email afirmando que a vacinação dos profissionais deve ocorrer no dia 11 de maio.

Em entrevista à Rádio CBN, nesta segunda-feira, o governador João Doria (PSDB) afirmou que o Estado está fazendo um levantamento da quantidade de motoristas e cobradores de ônibus para decidir se vai incluir esses profissionais no grupo prioritário da vacinação nos grupos prioritários de vacinação.

PUBLICIDADE

Previous
Next

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Error: Embedded data could not be displayed.
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM