fbpx
PUBLICIDADE

Papa Francisco dá indireta sobre mortes por coronavírus no Brasil

Foto: Vatican News
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Sumo pontífice pede que não haja comemoração antecipada sobre pandemia

O papa Francisco fez uma indireta ao Brasil, ao citar a importância de ser manter os cuidados para enfrentar a pandemia. Após a oração do Ângelus, diante dos fiéis na Praça de São Pedro, o sumo pontífice demonstrou preocupação com as famílias enlutadas pelas vítimas fatais da covid-19.

“Infelizmente, em outros países, penso em alguns, o vírus continua a reivindicar muitas vítimas. Sexta-feira passada, em um país, havia uma morte a cada minuto”, disse o papa. Na sexta-feira (5), o Brasil foi o único país no mundo a registrar 1.476 óbitos, uma média de uma morte por minuto.

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), quer deixar de informar os números totais de óbitos. Ele é um dos poucos líderes mundiais que nunca visitou Francisco no Vaticano. A visita do governo contou com o vice-presidente, Hamilton Mourão.

Francisco orientou os católicos a seguirem as recomendações sanitárias durante a pandemia. “São regras que nos ajudam a impedir que o vírus avance. Graças a Deus estamos deixando o centro mais forte, mas sempre seguindo as prescrições que as autoridades nos dão”, afirmou.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM