PUBLICIDADE

Anterior
Próximo

PUBLICIDADE

Anterior
Próximo

Capital pode ter paralisação de ônibus em dia de início de novo rodízio

Foto: Divulgação/SPTrans
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

PUBLICIDADE

Na segunda-feira, 11, em que começa a valer o novo rodízio de veículos na Capital, o Sindmotoristas promete impedir a saída de ônibus sem a presença de cobradores das garagens, o que pode gerar prejuízo tanto a quem depende exclusivamente do transporte coletivo como aqueles que terão de utilizá-lo por conta da nova regra para tráfego de veículos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

De acordo com o prefeito Bruno Covas, mais mil ônibus estariam à disposição da população a partir desta segunda-feira para suprir a demanda que for gerada por conta das novas regras do rodízio.

Segundo o sindicato, a possível paralisação é “um movimento de resistência da categoria à resolução do prefeito Bruno Covas de ampliar a frota em circulação, colocando mais mil ônibus nas ruas, porém, sem a presença dos cobradores”.

“Sem cobrador nenhum ônibus vai sair da garagem”. O deputado federal e presidente do Sindmotoristas, Valdevan Noventa, fez chegar aos patrões e à Prefeitura a posição da categoria.

Com o novo rodízio, veículos com placa final par só podem circular em dia par e veículos com placa final ímpar somente em dia ímpar.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE