fbpx
PUBLICIDADE

Cantor Belo é preso no Rio após realizar show em escola e causar aglomeração

Foto: Reprodução/Instagram
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Operação “É o que eu mereço” cumpriu quatro mandados de prisão preventiva 

O cantor Belo foi preso na manhã desta quarta-feira (17) durante a operação “É o que eu mereço”,  da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), depois de realizar um show em uma escola pública no Rio de Janeiro. 

O evento ocorreu dentro da Escola Municipal do Parque da União, no Complexo da Maré, na zona norte do Rio, no último sábado (13) e promoveu grande aglomeração. 

Foram cumpridos quatros mandados de prisão preventiva contra a produtora Série Gold que organizou o evento. Além de Belo (Marcelo Pires Vieira), os sócios da produtora Célio Caetano e Henrique Marques e o chefe do tráfico do Parque União, Jorge Luiz Moura Barbosa, foram presos. 

Segundo o portal G1, a polícia investiga se a escola foi invadida já que não houve autorização para realizar o show. O cantor afirmou que seguiu todos os protocolos e mesmo com praias e transportes lotados, a culpa recai sobre os artistas.

“Fizemos o show seguindo todos os protocolos. Não temos controle do geral. Isso nem os governantes têm. As praias estão lotadas, transportes públicos, e só quem sofre as consequências são os artistas. Que foi o primeiro segmento a parar, e até agora não temos apoio de ninguém sobre a nossa retomada. Sustentamos mais de 50 famílias”, contou ao G1.  

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM