fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Câmara Municipal aprova PPP da Educação

Foto: Reprodução/TV Câmara
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Prefeitura poderá terceirizar escolas e CEUs, com exceção dos serviços pedagógicos

Após quase oito horas de debates, o projeto que institui a PPP (Parceria Público-Privada) da Educação foi aprovado, em sessões extraordinárias virtuais, na Câmara Municipal, nesta quinta-feira (18). A oposição obstruiu os trabalhos, mas não conseguiu impedir a base governista de aprovar o projeto proposto pelo prefeito de Guarulhos, Guti (PSD). Foram 26 votos favoráveis e sete contrários.

A PPP permite a terceirização de escolas municipais, com exceção de alguns serviços, como os pedagógicos. Segundo Guti, o projeto vai permitir a construção de cinco CEUs (Centros Educacionais Unificados) e 25 escolas, além de permitir a reforma de unidades escolares já existentes.

O vice-líder do Governo, Geraldo Celestino (PSC), defendeu que as PPPs garantem a expansão de serviços públicos em todo o mundo. O vereador Edmílson Souza (Psol), da oposição, reclamou que o projeto fortalece o processo de falência da Proguaru, que é responsável por alguns serviços nas escolas municipais.

O presidente do Legislativo, Fausto Miguel Martello (PDT), disse que espera que Guti faça bom proveito da PPP para que os vereadores não se arrependam do voto de confiança no projeto.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM