PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Bolsonaro assina decreto que qualifica novo hospital da Criança de Guarulhos em PPI

Foto: Marcos Corrêa/PR
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Medida permite estudos sobre viabilidade de alternativas de parcerias com a iniciativa privada de novo hospital que terá 150 leitos

O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) assinou um decreto que qualifica a proposta do novo Hospital da Criança de Guarulhos (HCGRU) no PPI (Programa de Parcerias de Investimento), o que permite a realização de estudos sobre viabilidade de parcerias com a iniciativa privada.


A informação é do jornal Estadão e a medida divulgada pela Secretaria-Geral da Presidência ainda será publicado no Diário Oficial da União.

“Trata-se de iniciativa da Administração Municipal de Guarulhos e que conta com o suporte técnico do BNDES para o desenvolvimento dos estudos de alternativas de parcerias visando a modernização do hospital e adaptações para melhoria do atendimento ao público. Caso implementada a parceria, a expectativa é que sejam abertos 150 novos leitos no total”, diz nota divulgada pela Secretaria-Geral da Presidência da República.

Em abril deste ano, a Prefeitura já havia informado que tinha começado a estrutura um modelo de PPP (Parceria Público Privada) para construção, equipagem, operação e manutenção do novo Hospital da Criança de Guarulhos (HCGRU) junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

No dia 15 de abril, Nesta quinta-feira (15), o prefeito Guti realizou uma reunião virtual com o diretor de Infraestrutura, Concessões e PPPs do BNDES, Fábio Abrahão, e com a secretária Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Martha Seillier.

O novo hospital, a ser construído pela iniciativa privada, ficará localizado próximo à Estação Aeroporto da CPTM e do Terminal Taboão da EMTU, ou seja, perto de lugares de grande circulação, facilitando o acesso da população.

A nova unidade, que passará a ser referência no atendimento infantil da região, terá 150 leitos, uma ampliação na capacidade de 70% em relação ao prédio atual, que hoje tem 88 leitos. A prestação de serviços do HCGRU ao público continuará seguindo os princípios de universalidade e gratuidade dentro do Sistema Único de Saúde (SUS).

Após a entrega da nova unidade, o antigo hospital, que ocupa instalações alugadas, será desativado e devolvido ao proprietário.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM