fbpx
PUBLICIDADE

Vaticano afirma que padres não podem abençoar união gay

Foto: Reprodução/Twitter
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Papa Francisco aprova a decisão, afirma a Congregação para a Doutrina da Fé

O Vaticano anunciou nesta segunda-feira (15) que a Igreja Católica “não tem o poder de conceder a bênção às uniões entre pessoas do mesmo sexo”. A nota oficial foi divulgada pela Congregação para a Doutrina da Fé. 

O texto fala que não é licito para os padres abençoar  casais homossexuais que pedem algum tipo de reconhecimento. O Papa Francisco foi informado e “deu seu consentimento”, afirma a Congregação. 

“Declaração esta que não prejudica de nenhum modo a consideração humana e cristã em que a Igreja tem cada pessoa. Tanto que a resposta ao dubium não exclui que sejam dadas bênçãos a indivíduos com inclinação homossexual, que manifestem a vontade de viver na fidelidade aos desígnios revelados de Deus, assim como propostos pelo ensinamento eclesial, diz trecho. 

O Vaticano ainda afirma que não é lícito abençoar relações ou mesmo parcerias estáveis “que implicam prática sexual fora do matrimônio”. 

 “Vale dizer, fora da união indissolúvel de um homem e uma mulher, aberta por si à transmissão da vida. É o caso das uniões entre pessoas do mesmo sexo. Não só estas, porém, como se fossem problemáticas somente tais uniões, mas sim qualquer união que comporte um exercício da sexualidade fora do matrimônio, o que é ilícito do ponto de vista moral, segundo quanto ensina o ininterrupto magistério eclesial”, explica a nota. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM