fbpx
PUBLICIDADE

União Química deve produzir no Brasil 8 milhões de doses da Sputnik V por mês e envasar em Guarulhos

Sputnik V
Foto: divulgação/RDIF
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Produção deve começar entre março e abril, afirma o presidente da empresa, Fernando Marques

O presidente União Química, Fernando de Castro Marques, afirmou que a empresa deve produzir no Brasil 8 milhões de doses da vacina Sputnik V por mês, durante entrevista ao apresentador Datena, no Brasil Urgente, na noite desta quinta-feira (4). O início da produção está previsto entre março e abril. O envase do imunizante será feito na unidade de Guarulhos.

Segundo Marques, a empresa tem acordo para importar da Rússia 10 milhões de doses da Sputnik V e só aguarda liberação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A vacina russa Sputnik V tem eficácia e 91,6% após análise preliminar dos estudos da fase 3 publicada pela conceituada revista britânica “The Lancet”. O imunizante é aplicado em duas doses em um período de 21 dias.

“Nós conseguimos 10 milhões de vacinas com a Rússia. É muito importante porque enquanto isso nós estamos no projeto de implantação aqui no país. Acreditamos que no final de março e início de abril estaremos produzindo em escala industrial na unidade de Santa Maria, em Brasília, e na fábrica de Guarulhos”, afirma Marques. 

A União Química pretende produzir os insumos para a produção da vacina, o IFA (Insumo Farmacêutico Ativo), em uma fábrica em Santa Maria, cidade satélite de Brasília, e fazer o envase na unidade de Guarulhos. 

Nesta sexta-feira (5), a empresa se reúne com a agência receber orientações sobre o pedido para uso emergencial do imunizante e com o Ministério da Saúde para negociar o fornecimento de doses.

Aquisição das vacina

O prefeito Guti, assinou na manhã na última terça-feira (2), no Paço Municipal, a carta de intenção de compra da vacina Sputnik V.

Participaram da reunião o presidente do grupo União Química/Inovat, Fernando de Castro Marques, e o prefeito de Suzano e presidente do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), Rodrigo Ashiuchi. A intenção de compra do Condemat é de 300 mil doses da Sputnik V.

“Independentemente do fornecedor ou país de origem do imunizante, o importante é termos o maior número de vacinas para a população brasileira e, consequentemente, para os guarulhenses. Assim poderemos voltar ao nosso normal e recuperar a economia. Caso o governo federal aprove, mas não queira comprar, Guarulhos e o Condemat estão prontos para fazer essa aquisição direta”, afirmou Guti.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM