PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Tony Auad: SBT vai reprisar documentário em homenagem a Silvio Santos no Dia dos Pais

silvio santos e as filhas
Foto: divulgação/SBT
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Reprise de material produzido pela irmã de Fausto há seis anos faz parte da homenagem aos 40 anos do SBT

Hoje inicio a minha coluna comentando a homenagem que será feita ao Silvio Santos no próximo domingo, dia 8 de agosto, quando se comemora o Dia dos Pais. O documentário será apresentado dentro do programa dele.

Produzido por Leonor Corrêa (Irmã de Fausto Silva), em 2015, na comemoração dos 85 anos do apresentador, a reprise de agora será em homenagem aos 40 anos do SBT, que entre outras coisas fará parte da história.

Silvio será transparente no documentário e não esconderá nada muito embora as chamadas da emissora afirmem que a exibição é comemorativa pelo aniversário do SBT.

Comentou-se muito esta semana que o documentário ganharia corpo e novas inserções com outros convidados, como o Presidente Jair Messias Bolsonaro (Sem Partido).

Porém, a presença dele não vai acontecer, já que a intenção de Silvio Santos é respeitar e preservar a obra original de Leonor Corrêa. O documentário terá duas horas de duração e 90 entrevistados.

Entre os entrevistados estão Fausto Silva, Xuxa Meneghel, Rodrigo Faro, Boni, Gugu Liberato (1959-2019), entre outros. Muito embora no final do ano passado, quando Silvio completou 90 anos de idade, ele não concordou que exibisse esse documentário, pois não ficaria à vontade com essa autopromoção.

O homem do baú nunca gostou de se autopromover e nunca se sentiu confortável com a ideia. Ao longo das duas horas, a homenagem também terá dramatizações com atores profissionais e um musical com o seu neto Tiago Abravanel.

Todo esse material foi gravado há seis anos, muito antes da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) existir e por conta disso os telespectadores não verão ninguém seguindo os atuais protocolos de segurança e higiene.

Na obra, o ator Victor Aguiar interpretou o dono do SBT no período que era adolescente. O ator precisou reviver a época em que Sílvio Santos era camelô e vendia seus produtos no Rio de Janeiro.

Mas foi em São Paulo que ele começou a chamar a atenção do público iniciando uma grande carreira de sucesso até chegar a dono de uma rede de televisão. No programa deste domingo o Silvio Santos chama o documentário de pijama branco de botões em listras pretas pela primeira vez na Televisão Brasileira.

Frase Final: 

“A convivência com o ser humano é difícil, mas às vezes o silêncio consegue resolver as diferenças”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE