fbpx
PUBLICIDADE

Tony Auad: SBT finalmente tira do ar o apelativo e cansativo ‘Casos de família’

Cristina Rocha
Foto: Reprodução/SBT
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Programa apresentado por Cristina Rocha era apelativo e perdeu audiência ano a ano

Hoje inicio a minha coluna comentando o fim do programa demagogo Casos de Família, apresentado por Cristina Rocha por treze anos no SBT. A atração cansou os telespectadores e a audiência foi caiu gradativamente.

O último episódio está previsto para ser transmitido no próximo dia 7 de setembro, porém a apresentadora culpou o formato engessado, a falta de investimento e as constantes mudanças na grade do SBT pela despedida da atração.

O anúncio de que o programa Casos de Família seria retirado do ar foi na última terça-feira . Mas, apesar do baque, Cristina Rocha revelou não ter se surpreendido com a decisão tomada pela direção da emissora.

A queda expressiva de audiência já era algo que preocupava a apresentadora, pois ela sabia que ia acontecer alguma coisa por conta de conversas constantes nos bastidores do SBT.

Numa entrevista, a apresentadora afirmou que estava cansada da repetitividade dos temas abordados no programa, sentimento também compartilhado por Anhy Damasco, psicóloga responsável pelos conselhos no final de cada programa. Tanto é verdade que nem Fernando Pelégio, diretor artístico do SBT, conseguiu inovar o programa.

Cristina declarou que reconhece a força do programa e afirmou que enquanto esteve no ar, foi o coringa do SBT. No entanto, destacou que a falta de investimento afetava muito a atração.

Ainda contratada do SBT, Christina Rocha disse que o fim da atração marca um novo recomeço em sua carreira. Ela tem novos projetos com formatos diferentes. Claro se a emissora lhe der a chance de apresentá-lo.

Para a coluna, Casos de Família foi longe demais. Uma atração que apelava muito para ter audiência, porém era um grande incentivo a degradação da família brasileira, um verdadeiro show de demagogia barata que nada serviu para melhorar a união familiar.

A coluna entende que se torna difícil entender como Silvio Santos não havia percebido ainda o quanto apelativo barato e demagogo é o programa, que sai ar do sem deixar saudades, mas como exemplo negativo à família brasileira.

Frase Final:  Nem tudo que reluz é ouro.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM