PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Tony Auad: Globo pediu perdão à Conmebol por Copa América, mas viu SBT levar torneio

Galvão Bueno
Foto: reprodução
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Emissora dos Marinho vê mais uma competição de repercussão internacional ser transmitida pelo canal de Silvio Santos

Hoje inicio a minha coluna comentando o arrependimento e o pedido de perdão da Globo à Conmebol por ter feito inúmeras críticas a realização da Copa América no Brasil em plena pandemia.


Até porque a Globo fez várias tentativas de transmitir o torneio de seleções, que começa no próximo domingo (13) com transmissão “Exclusiva” do SBT, que vem entrando com força total no futebol.

Antes de participar da concorrência pelos direitos de exibição já perdidos para o SBT, a Globo enviou seus principais executivos ao Paraguai e chegou a pedir perdão àConmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol).

O perdão (Wainer) no linguajar técnico, literalmente renúncia em inglês, era necessário porque a Globo está sendo processada pela Conmebol, por ter rescindido o contrato que lhe dava o direito de transmitir a Copa Libertadores da América até 2022.

Sem esses direitos, a Globo não pode disputar os direitos de exibição de competições da Conmebol. Jorge Nóbrega, presidente executivo da Globo, Paulo Marinho Neto, diretor dos canais Globo, foram pessoalmente à Conmebol.

Esse encontro teve a presença também de Pedro Garcia, diretor de aquisição de Direitos Esportivos. A reunião aconteceu em em Luque, na região metropolitana de Assunção, sede da Conmebol.

A tentativa era para convencer a entidade a desistir do processo pelo rompimento do contrato da Libertadores. A coluna apurou que a viagem foi em outubro do ano passado, pouco mais de dois meses depois do conflito por causa da Libertadores.

Nóbrega, principal executivo da Globo, não costuma participar de negociações por direitos de futebol. Na oportunidade, ele foi recebido pelo presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez.

A Globo nega. Disse à coluna que esse encontro teve caráter estritamente institucional, mas uma fonte importantíssima confirma que houve sim tentativas de negociações, o que não foi aceito.

A Globo usou da hipocrisia quando percebeu que não podia mais voltar atrás em razão de já ter perdido mais uma competição para o SBT. A bem da verdade, a emissora dos Marinho teve que aceitar mais uma derrota para a concorrente, que entrou de cabeça nas transmissões esportivas.

Frase Final: 

“A inveja mostra a falta de capacidade para se igualar nos seus objetivos”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM