fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

“Tapa na cara dos brasileiros”, diz Luis Roberto sobre Copa América

Luis Roberto durante desabafo (Foto: Reprodução SporTV)
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Jornalista usou espaço ao vivo no SporTV para criticar a CBF e o Governo Federal

Durante participação no Seleção SporTV desta segunda-feira, 31, o jornalista e narrador Luis Roberto desabafou sobre a confirmação da realização da Copa América no Brasil. A competição seria realizada na Colômbia e na Argentina, mas acabou retornando à sua última sede devido à grave crise social que vivem os colombianos e pelo agravamento da pandemia entre os argentinos.

“Essa Copa América é fora de hora. Já não deveria ser realizada. Neste momento, com o calendário estrangulado, inclusive em outros países, é só mais um torneio caça-níquel”, afirmou Luis. “Depois da desistência de vários países irmãos, que não têm condições de realizar a competição por conta da pandemia, o país que tem a pandemia descontrolada, que levou nove meses pra responder à carta da Pfizer, responder em dez minutos que vamos fazer a Copa América”, disse o jornalista.

“Com abertura em Brasília, jogos em Natal, Pernambuco…Final com público! Não é possível, é inaceitável”, continuou. “É uma vergonha, um tapa na cara dos brasileiros”.

O anúncio do retorno da Copa América ao Brasil foi feito nesta manhã, pela Conmebol, que agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro e à CBF pela receptividade. Apesar de ainda não contar com informações precisas, especula-se que a final seja no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. O torneio será realizado entre 13 de junho e 10 de julho.

De acordo com o Ge.com, a definição foi realizada durante um encontro entre os presidentes das confederações de futebol. “Mencionou-se que o país tem estádios de Copa do Mundo que estão ociosos, como Mané Garrincha, em Brasília, Arena da Amazônia, Arena Pernambuco e Arena das Dunas, em Natal”, cita a reportagem. O Governo de Pernambuco se posicionou contra a Copa América e vetou jogos em seus estádios.  

Assista ao depoimento do narrador:

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM