PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SP vai contratar 10 mil professores para o Novo Ensino Médio

Foto: Reprodução/Governo de SP
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Alunos da rede estadual passam a ter oito tempos diários de aula em 2022 

O vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB) anunciou investimentos de R$ 303,5 milhões para o ensino médio de São Paulo e a contratação de até 10 mil professores para esta etapa de ensino. Os recursos serão repassados a 3,6 mil escolas estaduais do ensino médio por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola. 


Outra novidade é o acréscimo de um tempo a mais de aula por dia para os alunos da segunda série, a partir de 2022, e da terceira série, em 2023, do ensino médio do turno diurno, completando oito tempos. Para as turmas das primeiras e segundas séries do período noturno, a previsão é de acréscimo de oito tempos de aula por semana. 

“O investimento via PDDE é um grande acerto, porque desburocratiza e facilita o acesso a recursos para instrumentalizar, de fato, a implementação do novo ensino médio no estado”, afirmou o vice-governador.  

Os recursos serão destinados para que todas as escolas estaduais do ensino médio possam ampliar e melhorar a infraestrutura para as propostas de aprendizagem. O investimento será dividido em quatro categorias: Novo Ensino Médio, Laboratório de Ciências, Laboratório Maker e Mini Estúdios.

Com o aumento estimado de 121 mil aulas, o potencial de crescimento é de 12% no total de professores com aulas atribuídas na rede estadual. 

“O Novo Ensino Médio significa autonomia no processo de aprendizagem e preparação para o futuro. É auxílio para realização de sonhos e para o mercado de trabalho. Não adianta a escola sonhar em fazer as coisas e elas não terem condições para realizar”, disse o secretário de Educação, Rossieli Soares. 

Cronologia 

São Paulo foi o primeiro estado do Brasil a homologar o novo currículo para o ensino médio. A medida foi aprovada no dia 29 de julho de 2020, em votação unânime do Conselho Estadual da Educação de São Paulo.  

O Novo Ensino Médio atende 460 mil estudantes da 1ª série da rede pública estadual, por meio dos três componentes ofertados pelo programa Inova Educação – Projeto de Vida, Eletivas e Tecnologia e Inovação. O modelo promove o protagonismo estudantil, amplia a oferta de conhecimentos específicos e permite o aprofundamento em uma ou duas áreas, com melhor formação para o mercado de trabalho e ingresso no ensino superior.   

Guia do Estudante 

A Secretaria da Educação preparou um Guia do Estudante com propostas, possibilidades e objetivos que aproximam os estudantes de transformações sociais, mercado de trabalho e do ensino superior.  

O informativo auxilia os estudantes em escolhas e esclarece as principais dúvidas sobre o Novo Ensino Médio, além de trazer informações sobre todas as opções de itinerários formativos e um passo a passo de como realizar a manifestação de interesse. O Guia do Estudante está disponível no portal https://novoensinomedio.educacao.sp.gov.br/

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM