PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Sindicato pode ser multado em R$ 150 mil por paralisação de ônibus nesta segunda

Greve de ônibus
Foto: divulgação Sincoverg
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Determinação da Justiça do Trabalho obrigava mínimo de 85% dos serviços nos horários de pico

O Sincoverg, sindicato que representa os motoristas de ônibus de Guarulhos, pode ser multado em até R$ 150 mil por conta da paralisação de ônibus realizada na cidade nesta segunda-feira (21) por uma reivindicação salarial.


A Prefeitura de Guarulhos confirmou, em nota, que o movimento desobedeceu uma determinação da Justiça do Trabalho que concedeu liminar e estipulou multa para que o sindicato mantivesse o transporte público, em toda área de regular atendimento, com o mínimo de 85% dos serviços nos horários de pico (5h às 10h – 16h às 20h), assim como 70% nos demais horários, sob pena de multa diária no valor de R$ 150 mil.

De acordo com a gestão municipal, das três empresas que atendem a cidade apenas a VUG (Viação Urbana Guarulhos), foi afetada, o que significou a paralisação de 23 das 60 linhas municipais. Linhas intermunicipais também foram afetadas. (clique aqui para saber mais).

Tanto a Prefeitura quanto a EMTU afirmaram que os serviços já foram normalizados. A reportagem encaminhou mensagem ao presidente do Sindicato, o vereador Maurício Brinquinho (PT), e esta matéria pode ser alterada assim que houver uma resposta.

O sindicato cobra uma reposição salarial da inflação referentes aos anos de 2020 e 2021. Esta não é a primeira paralisação da categoria no ano, já que houve um ato em prol da vacinação da categoria, pleito que foi atendido pelas instituições responsáveis.

Os motoristas decretaram estado de greve no dia 8 deste mês, em assembleias (foto principal desta matéria) realizadas nas garagens de ônibus.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM