PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Sindicato confirma greve nas linhas 11, 12 e 13 da CPTM nesta terça-feira (24)

Estação Cecap - Linha 13 - Jade da CPTM
Foto: Eurico Cruz/GRU Diário
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Linha que liga o Aeroporto de Guarulhos até a Capital entra em greve a partir da meia-noite

O SindCentral (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Central do Brasil), que representa os trabalhadores das Linha 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), confirmou que os trabalhadores dos três trajetos entrarão em greve a partir da 0h desta terça-feira (24).

A greve afeta, portanto, a única linha da CPTM em Guarulhos. A Linha – 13 Jade é responsável por ligar o Aeroporto Internacional de Guarulhos, em Cumbica, até a Capital.

A decisão foi tomada em assembleia da categoria realizada na noite desta segunda-feira (23), após audiência de conciliação realizada de forma virtual pelo Tribunal Regional do Trabalho, sob condução do desembargador Rafael E. Pugliese Ribeiro.

“Com a deflagração do movimento grevista, os trabalhadores deverão manter 70% do efetivo nos horários de pico, das 5h às 9h e das 17h às 20h, e 50% nos demais horários. A determinação foi dada pelo desembargador Pugliese, em liminar que atendeu parcialmente o pedido feito pela empresa. Eventual descumprimento da determinação será analisado durante julgamento do dissídio.”, diz nota publicada pelo TRT.

Durante a audiência, A CPTM apresentou as seguintes propostas:

1- Data-base 3/2020: aumento de 4%, com inclusão em folha de pagamento a partir de agosto/21. As diferenças retroativas a 3/2020 serão pagas a partir da folha de 2/2022, em 10 parcelas mensais iguais e sucessivas. O aumento incidirá sobre as demais cláusulas de natureza econômica em parcela única, na folha de 9/2021, inclusive os retroativos;

2. Data-base 3/3021: aumento de 6%, com inclusão em folha de pagamento a partir da folha de janeiro/22. As diferenças retroativas a 3/3021 serão pagas a partir da folha de 2/2022, em 10 parcelas mensais iguais e sucessivas. O aumento incidirá sobre as demais cláusulas de natureza econômica em parcela única, na folha de 1/2022, inclusive os retroativos;

3. PPR 2022: abertura das negociações no momento apropriado, juntamente com os demais sindicatos das outras representações de ferroviários.

O SindCentral apresentou contraproposta de pagamento das diferenças retroativas já a partir de agosto/21 (para as diferenças da data-base 2020) e de setembro/21 (para as diferenças da data-base 2021), o que não foi aceito pela CPTM.

Na ata da reunião, consta que o sindicato afirma ter informado a população desde sexta-feira (20) sobre a possível greve.

A CPTM afirmou que não fez campanha para não preocupar a população, mas tem que tem um plano de contingência.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE