fbpx
PUBLICIDADE

São Paulo altera rodízio de veículos para 20h às 5h e terá feriadão prolongado de dez dias

Rodízio São Paulo
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Prefeito da Capital decidiu antecipar feriados para tentar conter a disseminação do novo coronavírus

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), anunciou, durante coletiva de imprensa, que vai alterar o rodízio de veículos para o horário das 20h às 5h e que a cidade terá uma antecipação de feriados que resultará em um período de 10 dias, de 26 de março a 4 de abril.

A partir de segunda-feira (22), portanto, não haverá mais restrição veículos para circulação das 7h às 10h e das 17h às 20h.

Ambas as medidas têm como objetivo reduzir a curva de contaminação pela covid-19 na cidade. Nesta quinta-feira (18), o prefeito confirmou a primeira morte por falta de leito na Capital, durante entrevista ao canal Globo News.

“Antecipamos para o dia 29, 30 e 31 de março e dia 1º de abril, juntando inclusive com o feriado nacional que temos dia 2, Sexta-feira Santa. Então termos um prazo que vai do dia 26 até o dia 4 de abril sem dia útil para poder exatamente forçar a cidade de São Paulo a parar. A cidade que nunca parou, a cidade que trabalha, a cidade que é a soma dos esforços de vários imigrantes precisa parar para que a gente não tenha mais casos como esse de pessoa que não consegue ser atendida e que vem a óbito por falta de atendimento”, disse o prefeito durante coletiva.

Covas também anunciou a abertura de mais 640 leitos de UTI para covid-19 na cidade.

Erramos: a matéria afirmava anteriormente que o rodízio começa às 22h, mas é às 20h.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM