fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Rodrigo Garcia afirma que propostas dos rivais podem quebrar São Paulo

Rodrigo Garcia faz campanha em Lins
Foto: Divulgação
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Governador promete zerar imposto de famílias mais pobres e para incentivar o consumo no Estado

O candidato à reeleição, governador Rodrigo Garcia (PSDB), disse nesta sexta-feira (23), em entrevista à Rádio Nova Brasil FM, que as propostas de seus adversários são impossíveis de serem cumpridas.

“Fico vendo o (Fernando) Haddad e o Tarcísio (de Freitas) propondo coisas, falam que vão reduzir imposto em todo lugar e fazer mais coisas. Isso não é factível. Eles quebram São Paulo se fizerem isso”, disse.

Rodrigo citou o exemplo da proposta do ex-prefeito de São Paulo, que prometeu zerar imposto da cesta básica e da carne.

“Ele (Haddad) vai zerar imposto da carne para o churrasco de rico, eu vou zerar tudo pro pobre. O que ele quer propor custa R$ 7 bilhões por ano. É o orçamento inteiro da Secretaria da Cultura, da Habitação, do Desenvolvimento Social, do Esporte, do Turismo e da Pessoa Com Deficiência. Então, não é uma promessa factível”, exemplificou.

Garcia quer devolver o imposto pago pela população mais pobre com cadastro no CadÚnico. A partir de 2023, o paulista que comprar qualquer produto com nota fiscal conseguirá reaver o valor descontado do imposto sobre mercadoria do estado.

Para as famílias inseridas no CadÚnico, o tucano quer criar o Cartão Bom Prato para favorecer as pessoas que vivem distantes de restaurantes do Bom Prato. Além disso, ele relatou avanços na área de segurança, como o reajuste de 25% para a categoria e concurso público para a contratação de 3,5 mil civis.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM