fbpx
PUBLICIDADE

Roberto Jefferson resiste à prisão com tiros; dois policiais ficam feridos

Roberto Jefferson
Foto: Reprodução/YouTube
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Ex-deputado afirmou em vídeo que “só sai de casa morto”

O ex-deputado federal Roberto Jefferson resistiu à prisão em regime fechado com tiros neste domingo (23). Em vídeo publicado em suas redes sociais, Jefferson chegou a afirmar “que não vai se entregar e que só sai de casa morto”. Atualmente, o ex-parlamentar cumpre prisão domiciliar, em Comendador Levy Gasparian, município do Rio de Janeiro. 

De acordo com informações do jornal “O GLOBO”, dois policiais que participavam da ação, uma agente não identificada e o delegado Marcelo Vilela, ficaram feridos, mas sem gravidade. A agente foi alvejada de raspão na cabeça e na perna, enquanto o delegado foi atingido por estilhaços na cabeça. Jefferson confirmou os disparos, porém “ressaltou que não quis acertar ninguém”. 

Filha do ex-deputado, Cristiane Brasil publicou mensagem semelhante em seu Twitter:  “Meu pai não atirou em ninguém. O policial foi atingido apenas na troca de tiros por estilhaços de bala. Quem estiver perto corra pra lá. Bairro Golf, condomínio Marlene Novaes em Comendador Levy Gasparian. Aeroporto mais perto é o de Juíz de Fora”. Logo após essa publicação, o Twitter, obedecendo a uma determinação do STF (Supremo Tribunal Federal), tirou a conta de Cristiane do ar. 

Os policiais foram à casa do ex-deputado para cumprir um mandado de prisão em regime fechado expedido pelo ministro do STF e presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Alexandre de Moraes. O magistrado determinou a prisão de Jefferson após novos ataques do ex-parlamentar aos ministros do STF e ao processo eleitoral.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM