fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Relembre comércios que marcaram a história de Guarulhos e fecharam as portas

Restaurante Greguinhos
Foto: reprodução/youtube/gru diário
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Pandemia, negociações de redes e problemas financeiros causaram o fechamento de empreendimentos como Greguinhos, Casa de Esfiha e até unidades do Extra

O mundo muda, o mercado muda e muitos estabelecimentos são fechados por diversos fatores que vão desde problemas financeiros gerados por falta de gestão ou pela pandemia ou mesmo por negociações e vendas de aquisições e marca.

Greguinho (Foto Principal)

Um dos points mais tradicionais para quem precisava fazer um lanche, almoçar ou mesmo jogar conversa fora era a antiga pizzaria e restaurante Greguinhos, localizado na na Praça Tereza Cristina, ao lado da Igreja Matriz, encerrou suas atividades agosto de 2020.

Após 47 anos de história na cidade, o restaurante foi extremamente afetado pela pandemia. O dono do estabelecimento, Flávio Rios, contou que mesmo após a retomada do atendimento presencial o movimento demoraria a voltar.

Após o fechamento, o local abrigou uma ótica e, atualmente, abriga um novo restaurante.

Casa da Esfiha

casa da esfiha
Foto: Reprodução

Pouco tempo depois do fechamento do Greguinho, o Centro de Guarulhos também perdeu outro ponto de refeição, a famosa Casa da Esfiha. Foi por meio de uma mensagem no perfil oficial do estabelecimento que os guarulhenses souberam do fim de mais um estabelecimento na cidade.

“Senhores clientes e amigos, é com grande tristeza que informamos o fechamento agora definitivo da nossa loja, foram 30 anos de muitas amizades e conquistas graças à vocês, agradecemos a todos os amigos/clientes, prestadores de serviços e pessoas que direta e indiretamente fizeram parte dessa história, principalmente à Deus por essa oportunidade. Sabemos que a vida é feita de ciclos e o nosso se encerra hoje. Até um dia. Gratidão.“

Unidade Centro do Extra

Extra Centro

Um dos hipermercados mais antigos de Guarulhos, há pelo menos 20 anos no local, a rede Extra encerrou as atividades da unidade localizada na Avenida Antônio de Souza, 186, na região central, no dia 7 de janeiro do ano passado.

O local foi por muito tempo um dos únicos mercados 24 horas da cidade. Por isso, nos anos 2000, a praça próxima ao estabelecimento era palco de reuniões de diversas tribos que se reuniam para “trocar ideia” e beber no local.

A loja do Extra foi substituída por outra loja do Assaí, após uma negociação em que a rede Assaí adquiriu a cessão dos direitos de exploração de até 70 pontos comerciais do Extra Hipermercados, do Grupo Pão de Açúcar (GPA).

Supermercado Jaraguá

supermercados jaraguá - guarulhos
Foto: Reprodução

A empresa foi constituída em 1969 pela família de comerciantes Cardoso, com a primeira sede na Avenida Guapira, no Tucuruvi, na zona norte da capital, e fechou as portas da tradicional unidade da Avenida Dr. Timóteo Penteado, na Vila Galvão, no mês passado.

Os clientes lamentaram o fechamento do Jaraguá nas redes sociais por meio de uma página que divulga informações sobre a Vila Galvão. “É uma pena. Melhor pão da região sem dúvida era do Jaraguá”;”“Fez parte da minha infância e juventude, várias compras. O pãozinho era o melhor na época”.

O imóvel deve abrigar um novo comércio de artigos de cama, mesa e banho.

Restaurante Minhoto

Este é o único restaurante dessa lista que foi fechado antes da pandemia da covid-19 se tornar o pesadelo dos comerciantes com o lockdown.

O Minhoto encerrou as atividades no ano de 2018, após de 55 anos de atendimento na região da Vila Galvão. O restaurante era famoso por diversos pratos, desde refeições como uma feijoada e um bife à parmegiana até pizzas e petiscos.

E você leitor, lembra de algum estabelecimento que fechou e não está na matéria? Conta pra gente nos comentários.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM