fbpx
PUBLICIDADE

Proprietário afirma ter documentação para aterro e que ação da GCM foi ilegal e truculenta

Aterro sanitário irregular na Vila Any
Foto: GCM
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Segundo proprietário do terreno alvo da GCM na Vila Any, entulho encontrado no local foi retirado do solo para terraplanagem e futura construção de galpões

O proprietário do terreno alvo de uma ação da GCM (Guarda Civil Municipal) Ambiental, multado como aterro clandestino, na Vila Any, no sábado (4), afirmou ao GRU Diário que possui documentação para execução do serviço e que a ação da GCM foi “ilegal e truculenta”.

“Nós temos autorização para ter o aterro no local. Todo o entulho que estava lá era do próprio terreno, que estamos tirando para fazer uma terraplanagem para realizar a construção de galpões no local”, afirmou o proprietário, que não quis se identificar por temer eventuais represálias.

Durante a ação, os guardas apreenderam 12 caminhões e duas máquinas. Segundo o proprietário, os trabalhadores possuem o CTR (Cadastro do Transporte de Resíduos) em São Paulo, mas que os caminhões não tinham um outro registro solicitado pela Prefeitura de Guarulhos, desconhecido pelos motoristas que estavam no local.

Segundo o dono do terreno, ocorreram excessos por parte da GCM, que teria destratado e ameaçado os trabalhadores do local.

Fontes ouvidas pela reportagem negam qualquer excesso e afirmam que toda a operação foi gravada. A reportagem questionou a Prefeitura sobre a ação ocorrida e sobre as reclamações feitas pelo proprietário. Essa matéria será atualizada assim que obtivermos a resposta.

“Há diversos aterros clandestinos na cidade e nós que temos documentação somos alvo de uma ação ilegal, desnecessária, completamente abusiva e agressiva. Nós empregamos famílias e temos que pessoas dependem da nossa empresa”, afirmou.

O proprietário afirmou ainda que vai recorrer da multa e das sanções aplicadas e chamou a ação de uma perseguição montada.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM