fbpx
PUBLICIDADE

PRF investiga quadrilha de falsos motoristas que faturam R$ 8 mi em golpes no aeroporto

Golpe no aeroporto
Foto: Reprodução/Youtube/Metrópoles
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Segundo reportagem do portal Metrópoles, a corporação investiga se a quadrilha conta com o apoio de agentes públicos

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) investiga uma quadrilha com falsos motoristas de aplicativos que usam logotipos da Uber e da 99 em seus veículos e aplicam golpes em passageiros do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em Cumbica, com os quais chegam a conseguir R$ 8 milhões por mês.

As informações são do portal Metrópoles. De acordo com a PRF, os criminosos atuam principalmente no terminal de desembarque internacional, visto que as vítimas estrangeiras e deslocadas são mais suscetíveis aos golpes, que envolvem até extorsão e sequestro de bagagens de passageiros.

Os “pescadores”, como são chamados os membros da quadrilha que aliciam as vítimas, as abordam e afirmam que farão um preço melhor que o aplicativo, mas que a viagem precisa ser feita fora da plataforma.

Ao Metrópoles, o superintendente da PRF em São Paulo, Fernando Miranda, afirmou que há a suspeita de participação de agentes públicos:

“O que gerou uma dúvida em nossos levantamentos foi esse poder de intimidação, que faz todo mundo se calar ali dentro. Ele resulta só da organização criminosa, ou a situação está assim porque existe o envolvimento de agentes públicos?”, questionou o superintendente.

Segundo a PRF, ao menos 140 veículos foram utilizados pela quadrilha. A identificação do problema ocorreu há aproximadamente um ano e meio e ao menos 18 carros foram apreendidos só no primeiro mês de atuação da PRF.

De acordo com a UIber e a 99, viagens feitas sem o uso do aplicativo de transporte individual não são de responsabilidade da empresa e fazem com que os passageiros percam tecnologias e medidas de segurança.

A GRU Airport, que administra o aeroporto, disse que esse tipo de fiscalização é feita pela STMU (Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana de Guarulhos), pela PRF e pela Polícia Militar.

A STMU afirmou que apreendeu 33 veículos usados clandestinamente para transportar passageiros na cidade em 2022.

Já a Secretaria de Segurança Pública afirmou que desenvolve diversas ações em parcerias com as forças de segurança municipal, estadual e federal para abordagem de veículos suspeitos.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM