fbpx
PUBLICIDADE

Prefeitura vai pagar piso nacional dos professores em Guarulhos a partir de abril

Programa Direito de Aprender x escola x alunos x professoras
Foto: Divulgação/PMG
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Pagamento para educadores que estejam fora do piso será de forma retroativa

A Prefeitura de Guarulhos definiu a adesão ao piso nacional do magistério, que foi reajustado recentemente pelo Governo Federal. A partir deste mês, os professores que estejam fora do piso terão aumento salarial de forma retroativa. A medida inviabiliza a paralisação convocada para quarta-feira (12) pelo Stap (Sindicato dos Servidores Municipais).

O decreto será publicado nesta terça-feira (11) no Diário Oficial Guarulhos. Atualmente, o piso de um professor A1 para 40h em Guarulhos é de R$ 4.205,50, enquanto o piso nacional é de R$ 4.420,55 pela mesma carga horária. Para 30 horas, o salário inicial é de R$3.154,15 (A1).

De acordo com o secretário municipal de Educação, Alex Viterale, a diferença salarial será retroativa deste janeiro de 2023 até a data do pagamento.

“Considerando que os salários nas referências A1, A2, B1, B2 e C1 de 131 professores da Rede Municipal de Guarulhos estão abaixo do piso nacional, nós iremos equiparar os valores”, explicou.

Em março, o prefeito de Guarulhos, Guti (PSD), tinha se comprometido, em encontro com os professores, a providenciar a adesão ao piso nacional.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM