fbpx
PUBLICIDADE

Prefeitura quer liberar missas e cultos daqui duas semanas

Foto: PMG
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Igrejas terão regras rígidas para retomarem atividades

Diferentemente do Governo do Estado, a Prefeitura de Guarulhos decidiu colocar a reabertura das igrejas como uma das prioridades no plano de flexibilização da quarentena. Segundo o prefeito Guti (PSD), missas e cultos poderão ser retomadas a partir de 15 de junho, se a cidade conseguir reduzir as infecções pelo novo coronavírus e obter mais leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Guti apresentou o plano de retomada de Guarulhos em live no Facebook nesta terça-feira (2). Na cidade, as missas católicas estão suspensas desde 23 de março, por determinação do bispo de Guarulhos, dom Edmílson Amador Caetano, em conformidade com as recomendações das autoridades sanitárias estaduais e municipais. As demais profissões de fé também cancelaram as atividades públicas.

Pelas novas regras, as cerimônias religiosas poderão acontecer com 25% da capacidade de lugares disponíveis. Ou seja, uma igreja que recebia 100 pessoas sentadas, agora terá que acolher apenas 25. Não há restrição em se realizar mais celebrações por dia para atender os fiéis.

As igrejas deverão respeitar o distanciamento de cinco metros entre as pessoas, ter mais de uma porta para facilitar a entrada e saída dos fiéis, além de disponibilizar álcool em gel.

Pelo Plano São Paulo, divulgado pelo Governo do Estado, as celebrações religiosas só deveriam retornar na última fase, o que poderia ser no final de julho.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM