fbpx
PUBLICIDADE

Prefeitura fecha novo contrato emergencial com a Trail para coleta de lixo na cidade

Aterro de Guarulhos
Foto: Eurico Cruz
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Gestão municipal afirmou que contrato emergencial foi novamente necessário porque a licitação para o serviço foi suspensa pelo Tribunal de Contas

A Prefeitura de Guarulhos fechou um novo contrato com a empresa Trail para continuidade da coleta de lixo na cidade. A informação consta em publicação no Diário Oficial do município de 12 de fevereiro.

De acordo com a publicação, o contrato tem vigência de 90 dias, contados da data da sua assinatura, podendo ser prorrogado por mais 90 dias, ou rescindido em menor prazo, mediante a conclusão do procedimento licitatório que tramita no processo administrativo nº 53689/2017.

O valor inicial pelos 90 dias de serviço é de R$ 21.741.988,32. Este é o sétimo contrato emergencial fechado com a empresa pela prestação do serviço.

A reportagem informou em nota ao GRU Diário que o processo foi feito mediante contrato emergencial porque a licitação para contratação do serviço se encontra suspensa pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP).

O serviço, ainda na gestão do ex-prefeito Sebastião Almeida (à época no PT e hoje no PDT), era prestado pela Quitaúna, que deixou o serviço e vendeu para a Prefeitura, também na gestão petista, o terreno no Cabuçu em que fica o aterro sanitário.

Após um deslizamento ocorrido no dia 28 de dezembro de 2018, o aterro ficou impossibilitado de receber lixo e a Prefeitura fechou um contrato com a CDR Pedreira para utilizar o aterro privado também localizado no Cabuçu, ao lado do aterro municipal. A gestão municipal espera ainda este ano voltar a utilizar o aterro municipal assim que houver liberação da Cetesb.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM