fbpx
PUBLICIDADE

Polícia esclarece sequestro e prende seis suspeitos em Guarulhos e Mairiporã

Polícia Civil
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Sete pessoas estavam envolvidas no crime e uma delas já estava presa

O Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope), da Polícia Civil, prendeu, na manhã desta quarta-feira, 1º, uma quadrilha especializada em extorsão mediante sequestro. Seis criminosos foram detidos em Guarulhos e Mairiporã, enquanto o sétimo já se encontrava preso por outro delito.

As prisões são resultado de um trabalho investigativo e de inteligência, conduzidos pela 1ª Delegacia Antissequestro (1ª DAS) e que tiveram início com o sequestro de um casal, em abril deste ano.

Na ocasião do crime, as vítimas retornavam de Bertioga pela rodovia Dom Paulo Rolim Loureiro (SP-98), quando, na altura de Mairiporã, foram interceptados e levados por criminosos armados, em três veículos.

O casal foi mantido em um cativeiro, enquanto os suspeitos exigiam alta soma em dinheiro para sua liberação. Durante a troca de local no qual seriam mantidas as vítimas, o homem conseguiu pular do veículo dos sequestradores e fugir. Mesmo assim, continuou recebendo ligações dos suspeitos, que exigiam R$ 80 mil pelo resgate da sua companheira.

Após muitas negociações, a mulher acabou sendo liberada pelo grupo sem o pagamento do resgate, no dia 24 de abril. Contudo, as apurações permaneceram, até que a 1ª DAS conseguiu identificar todos os envolvidos no crime, um total de sete, solicitando suas prisões temporárias.

As ordens judiciais foram concedidas pela Justiça e cumpridas hoje, com apoio das 2ª e 3ª delegacias especializadas neste tipo de crime, nas cidades de Mairiporã e Guarulhos, ambas na Grande SP. Um dos envolvidos já se encontrava detido por outro crime.

Durante o trabalho em campo, os agentes conseguiram localizar o cativeiro onde o casal foi mantido – um sítio em Mairiporã. Além disso, com um dos presos foi encontrado o celular de uma das vítimas e duas pistolas que foram devidamente apreendidas.

Todos os envolvidos possuem vasta ficha criminal e agora ficarão à disposição da Justiça.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM