fbpx
PUBLICIDADE

Governo Federal inclui Guarulhos em pesquisa de teste de remédio para covid-19

Foto: Wellington Alves
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Experimento precisa de voluntários que aceitem utilizar o medicamento Annita

O ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, participou de solenidade com o prefeito de Guarulhos, Guti (PSD), na tarde desta quarta-feira (1º), no Centro de Especialidade Odontológicas (CEO) Jardim Angélica. A cidade foi incluída entre as aptas a participar da pesquisa da eficácia do remédio Nitazoxanida, conhecido como Annita, no tratamento do novo coronavírus.

A partir de hoje, os guarulhenses que tiverem sintomas do covid-19, em estágio inicial, podem ir até o CEO Angélica para se inscrever como voluntários na pesquisa. Eles passarão por uma bateria de exames, serão submetidos ao exame para constatar se foram infectados pelo coronavírus e receberão o Annita para se tratarem em casa. Depois de duas semanas, devem retornar ao CEO, fazer o teste novamente para verificar se o medicamento foi eficaz para conter a covid-19.

O Governo Federal precisa de 500 voluntários. Por enquanto, apenas 90 se submeteram. Segundo Pontes, muitas pessoas se inscrevem, recebem o medicamento, mas não retornam. Questionado sobre o acompanhamento dos pacientes que se tornam graves – e por isso não retornam -, ele disse que o ministério não faz esse monitoramento.

De acordo com Pontes, o ministério testou vários medicamentos e o Annita teve 94% de eficácia, nos testes em laboratório com inteligência artificial, para conter a proliferação do novo coronavírus. Ainda assim, o resultado em humanos pode ser diferente. “Esse remédio pode ser uma solução para os médicos”, explicou.

Em abril, o ministério iniciou testes de Annita em pacientes graves. Dos 500 voluntários necessários, por enquanto apenas 200 foram obtidos.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM