PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

Polícia Civil prende suspeito de assassinar o policial penal Thiago Daquana

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Foto: Reprodução/Facebook

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

Corpo foi encontrado carbonizado dentro de um porta-malas no Jardim Dona Luiza

A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de assassinar o policial penal Thiago Daquana, de 43 anos. A prisão ocorrida na semana passada é temporária, com validade de 30 dias. O suspeito prestará depoimento nesta quarta-feira (28).

A polícia não divulgou a identidade do suspeito para não atrapalhar o andamento das investigações, mas afirma que ele tem passagens por outros crimes. 

O corpo de Daquana foi encontrado carbonizado, em 1 de março, dentro do porta-malas de seu veículo, na Rua José Faustino da Silva, no Jardim Dona Luiza. Ele estava amarrado e o corpo apresentava sinais de violência. 

A família contou à polícia que Daquana saiu com os amigos na noite anterior ao crime e não retornou para casa. Ele não atendia mais as ligações e faltou ao trabalho em uma penitenciária onde atuava na escolta de criminosos. Daquana morava em Guarulhos, era casado e tinha filhos.

O  SIFUSPESP (Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo) acompanha o caso e organizou uma vaquinha para ajudar a família do policial que precisou mudar de casa por “questões de segurança”. 

“Por motivos burocráticos, há demora para o recebimento dos direitos garantidos por lei e, por questões de segurança, a esposa e filhos de Thiago tiveram que sair de casa e ficar num hotel”, afirmou o sindicato. 

A reportagem questionou se a família sofre ameaças, mas a polícia prefere não se posicionar neste momento.

PUBLICIDADE

Previous
Next

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Error: Embedded data could not be displayed.
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM