fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Passageira do Metrô morre após ser agredida a marretadas na Linha Azul

mulher-agredida
Foto: reprodução/Twitter/SP sobre Trilhos
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Agressor foi internado após ter sido espancado pelos demais passageiros que estavam no vagão


Uma mulher de 46 anos morreu após ter sido agredida por um homem, que desferiu marretadas na cabeça da vítima, durante uma viagem no trecho entre a Sé e o Tucuruvi, na Linha 1 -Azul do Metrô, nesta segunda-feira (26).

O agressor, um aposentado de 55 anos, de acordo com informações do portal G1, teve um surto e simplesmente atacou a vítima. De acordo com uma nota emitida pela Secretaria de Segurança Pública do Estado, ele foi detido e flagrante, mas teve de ser encaminhado para o hospital por ter sido agredido pelos demais passageiros.

A informação divulgada em primeira mão pelo Twitter SP sobre Trilhos:

“A marretada usada e uma faca de cozinha foram apreendidas. O homem disse aos agentes que toma remédio e ouviu vozes”, diz nota emitida pela Secretaria de Segurança.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM