PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Paciente aguarda desde fevereiro para refazer exame que deu errado no Pimentas

Hospital dos Pimentas
Foto: Divulgação
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Exame MAPA 24 horas feito pela paciente apresentou erros de leituras e precisa ser refeito. Gestão do hospital culpou pandemia por demora em reagendamento

Uma paciente com hipertensão secundária, de 66 anos, aguarda desde fevereiro para refazer o reagendamento de um exame MAPA (Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial) 24 horas que apresentou erros de leitura na primeira vez em que foi realizado no Hospital Pimentas-Bonsucesso, localizado no Pimentas.

A paciente faz tratamento com medicamentos e teme que seu quadro piore por conta da falta de assistência do exame. O leitor Marcio Porfirio contou que entrou em contato com o hospital para tentar ajudar a idosa, mas que nada foi resolvido.

Parece que a população terá cada vez mais dificuldade de acesso aos atendimentos. As Doenças Crônicas Não Transmissíveis como a hipertensão constituem o problema de saúde de maior magnitude e correspondem a 72 % das causas de mortes , atingem fortemente camadas pobres da população e grupos vulneráveis”, disse Porfirio.

A reportagem questionou o IDGT (Instituto de Desenvolvimento de Gestão, Tecnologia e Pesquisa em Saúde e Assistência Social), responsável pela administração do hospital que culpou a pandemia pela dificuldade e disse que chamará a paciente para refazer o exame em setembro.

“A pandemia de Covid-19 e suas consequências geraram uma diminuição do atendimento ambulatorial no Hospital Municipal Pimentas Bonsucesso. Porém, a partir de setembro estes atendimentos começarão a ser normalizadas e a paciente Maria de Fátima Ribeiro da Silva será chamada para fazer um novo exame”, disse em nota o IDGT.

O GRU Diário segue acompanhando o caso.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE