fbpx
PUBLICIDADE

Novos acordos de participação nos lucros beneficiam metalúrgicos

Foto: Divulgação
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

O valor negociado pelo sindicato da categoria pode chegar a R$ 4 mil

Na empresa de peças automotivas Mahle, em Arujá, o valor da PLR (Participação nos Lucros ou Resultados) dos trabalhadores pode chegar a R$ 4 mil. O acordo negociado pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região foi aprovado pela assembleia na tarde desta terça-feira (13).

“Estamos em uma semana intensa. Negociamos e firmamos sete acordos de Participação, beneficiando muitos trabalhadores”, disse o secretário-geral da entidade, José Carlos de Oliveira, o Chorão.

De acordo com o sindicato, foram aprovados e assinados acordos nas seguintes empresas: Schwing Stetter e ABKF (Terra Preta/Mairiporã); Filtros Barra e Alboss, ambas no Jardim Fátima (região de Bonsucesso); Roda de Ouro (Jardim Novo Portugal), Mahle Behr (Arujá) e Feeder (Parque das Nações).

Além da ação na base, a diretoria do sindicato participou na última segunda-feira (12) de encontro com a ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet (MDB-MS), que debateu o Plano Plurianual, que aponta a destinação dos recursos orçamentários.

“Emprego, saúde e educação devem ser a prioridades dos gastos públicos”, afirma Chorão.

Anfavea

Nesta quarta-feira (14), o vice-presidente Ricardo Pereira de Oliveira esteve em Brasília para Seminário da Anfavea, associação que representa as montadoras no Brasil, sobre veículos movidos a eletricidade e rede de suporte ao funcionamento dos elétricos.

“Não é a pressão empresarial que deve definir esse assunto. É preciso entender a complexidade da matéria, definir estratégias e se pensar num período de transição entre padrões. Tecnologia e emprego não podem ser excludentes, até porque desempregado não consome, não compra, não aquece o mercado interno”, disse Oliveira.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM