fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Justiça obriga abertura do mercado de combustíveis no Aeroporto de Guarulhos

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Caso era discutido no Judiciário paulista desde 2018

O mercado de abastecimento de aeronaves no Aeroporto Internacional de Guarulhos terá que ser aberto a novas empresas. A decisão é do Tribunal de Justiça de São Paulo, que considerou que o serviço era controlado pelas distribuidoras BR, Raizen (Shell) e Air BP. A informação é do jornal O Globo.

A distribuidora Gran Petro foi favorecida pela ação judicial, que teve início em 2018. O querosene no Brasil é um dos mais caros do mundo.

O GRU Airport, consórcio responsável por administrar o aeroporto, foi obrigado a permitir o serviço da Gran Petro, mas ainda pode recorrer da decisão.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM