fbpx
PUBLICIDADE

Humorista guarulhense, Eddy Junior sofre racismo e ameaças de vizinhos 

Foto: Reprodução/Instagram
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Eddy que chegou a ser ameaçado com uma faca não voltou para a casa desde as agressões 

O humorista e músico guarulhense Eddy Junior, de 27 anos, sofreu ofensas racistas no condomínio onde mora, na Barra Funda, na zona oeste de SP.

Eddy deixou a periferia de Guarulhos há oito meses e desde que se mudou para o apartamento é alvo de reclamações de uma vizinha, Elisabeth Morrone, e de seu filho. Ela alega que o humorista faz barulho e ainda o acusou de invasão e roubo. 

O humorista ouviu do porteiro que “tem uma vizinha que reclama de você todo santo dia”, contou Eddy em entrevista ao Fantástico, que foi exibida na noite deste domingo (24). 

Eddy chegou a receber duas multas por importunação. “Não tem a possibilidade de eu fazer barulho”, reforçou o humorista. 

Imagens divulgadas pelo Eddy nas redes sociais, e veiculadas na reportagem, mostram a vizinha o chamando de “macaco”, “imundo” e “bandido”. Ela se nega a entrar no elevador junto com o humorista. Veja vídeo:

Em outra imagem exibida pelo Fantástico, o filho de Elisabeth está na porta de Eddy com uma faca na mão durante a madrugada. Ele toca a campainha e começa a ofender o humorista. Eddy não sai do apartamento. Dias depois, mãe e filho retornam ao apartamento e o ameaçam de morte. Uma vizinha gravou as ofensas e enviou para o humorista.

Os vizinhos negam que Eddy faz barulho no condomínio. “Ela é racista. Ela deixou claro isso”, disse Eddy.

O humorista registrou boletim de ocorrência.  Os vizinhos foram multados e podem ser expulsos do condomínio.

Eddy não voltou para a casa desde as agressões. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM