fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Guti recebe representantes da ONU para discutir chegada de afegãos a Guarulhos

Guti recebe representantes da ACNUR
Foto: Nícollas Ornelas/PMG
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Mais de 2 mil afegãos vieram a Guarulhos, após fugirem do regime do Taleban

O prefeito de Guarulhos, Guti (PSD), recebeu na tarde desta segunda-feira (13) representantes do Acnur (Alto-Comissariado das Nações Unidas para Refugiados), agência da ONU (Organização das Nações Unidas), para dialogar sobre as ações de acolhimento aos afegãos que chegam ao Brasil pelo Aeroporto Internacional de Guarulhos com visto humanitário concedido pelo governo federal.

Maria Beatriz Nogueira, chefe do escritório do Acnur em São Paulo, William Torres, assistente de proteção, e Davide Torzilli, representante do alto-comissariado no país, estavam acompanhados do secretário municipal de Desenvolvimento e Assistência Social, Fábio Cavalcante.

Guti aproveitou a oportunidade para agradecer a parceria da agência, que trabalha desde o início da crise humanitária no Afeganistão, com a ascensão dos radicais do Talibã, ao lado do governo municipal na operação acolhida, auxiliando no direcionamento das ações, na busca por vagas e também no diálogo com outras instituições.

“O que a gente puder continuar fazendo pode ter certeza que vamos fazer. O problema é global, mas nós temos que dar a nossa parcela de ajuda para quem precisar”, afirmou.

Além da visita ao gabinete, os três representantes da agência também estiveram no aeroporto e nas residências municipais e estaduais de acolhimento para migrantes na cidade.

“Os dados mostram que cerca de 2,3 mil afegãos chegaram de janeiro do ano passado até agora, mais de 900 só de novembro pra cá. Foi um trabalho muito difícil lidar com essa demanda emergencial, por isso parabenizamos vocês pelo trabalho realizado”, afirmou a chefe do escritório da Acnur em São Paulo, Maria Beatriz.

Já Davide Torzilli, representante do Acnur no Brasil, lembrou a importância de continuar a busca por melhores condições de atendimento.

“O próximo passo é trabalhar conjuntamente para termos mecanismos mais rápidos de respostas para a demanda já previsível. O Brasil tem reputação internacional de ser um país acolhedor e segue recebendo os refugiados”, lembrou.

Nova residência

Para sinalizar o prosseguimento da parceria, a Acnur entregou ao prefeito Guti a placa que será colocada na nova residência para migrantes, que será inaugurada nos próximos dias na cidade. A unidade será gerenciada pela Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social de Guarulhos e será mais um instrumento de amparo aos afegãos que chegam ao Brasil para reconstruir a vida.

Outros equipamentos como eletrodomésticos, computadores e móveis também foram doados pela agência para o município e serão utilizados nos locais de acolhimento.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM