fbpx
PUBLICIDADE

Guti envia à Câmara lei que cria Secretaria para absorver serviços da Proguaru

Foto: Reprodução/Facebook/Guti
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Governo afirma que nova Secretária coloca fim a 300 cargos comissionados, mas criará 30 novos para a pasta

Um projeto de lei do Prefeito Guti (PSD) enviado à Câmara, nesta quinta-feira (18), prevê a criação da Secretaria Municipal de Administrações Regionais. Segundo o governo, a nova pasta deverá extinguir cerca de 300 cargos comissionados em Guarulhos. No entanto, terá que criar 30 cargos para a nova secretaria.

A justificativa é que a Secretaria Municipal de Administrações Regionais irá reunir serviços ligados a processos de manutenção, zeladoria, conservação e melhorias de infraestrutura urbana na cidade, que se encontravam distribuídos em diferentes secretarias da Prefeitura de Guarulhos e na Proguaru, empresa de economia mista que está em processo de extinção

“Desta forma, garantiremos maior rapidez na solução de problemas relacionados à zeladoria do município, agilizando a prestação de serviços e garantindo maior qualidade no atendimento à população”, afirma Guti

Mesmo com a extinção de 300 cargos comissionados, um novo PL será encaminhado nos próximos dias ao Legislativo para a criação de 30 cargos de assessoramento, que representa 10% do total que era alocado na Proguaru, explica a prefeitura.

O projeto de lei (PL) encaminhado à Câmara deverá passar pelas comissões da Casa e levado a plenário para a aprovação dos vereadores.

Transferência de departamentos

A Secretaria de Administrações Regionais deverá receber departamentos hoje alocados nas pastas de Obras, Serviços Públicos e Meio Ambiente, além de contar com Administrações Regionais divididas em oito regiões da cidade: Centro, Vila Galvão/Cabuçu, Taboão, São João, Cumbica, Cidade Satélite, Bonsucesso e Pimentas.

Serviços como limpeza de praças, iluminação pública, tapa-buracos, drenagem de córregos, entre outros, serão concentrados na Secretaria de Administrações Regionais. Com a transferência de alguns departamentos para a nova pasta, haverá também mudanças nas secretarias de origem, que terão novas vocações, com focos específicos.

A pasta de Obras concentrará grandes intervenções de infraestrutura urbana, a de Serviços Públicos cuidará de questões específicas ligadas à limpeza urbana, assim como o Meio Ambiente passará a atuar mais diretamente na legislação inerente à preservação ambiental.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM