fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Guti diz que vai anunciar regras para reabertura dos comércios até sexta-feira

Guti
Foto: Márcio Lino/PMG
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Prefeito de Guarulhos discorda da posição de Doria que liberou os comércios só na capital

O prefeito de Guarulhos, Guti (PSD), informou nesta quarta-feira (27) que irá anunciar em até dois dias as novas regras de reabertura da economia local. Ele ficou insatisfeito com determinação do governador João Doria (PSDB) de liberar o comércio apenas na capital paulista, em detrimento aos demais municípos da Região Metropolitana de São Paulo.

Em nota, Guti justifica que “recebeu com estranheza os critérios utilizados”. Ele pondera que Guarulhos apresenta índices de casos confirmados e mortes, proporcionais à população, inferiores aos registrados em São Paulo.

Doria liberou comércios e escritórios na capital paulista, enquanto Guarulhos e os outros 37 municípios da Região Metropolitana devem seguir na quarentena até 15 de junho.

Guti pretendia iniciar um plano de flexibilização da quarentena em 8 de maio, mas foi retrocedeu após recomendação do Ministério Público do Estado de São Paulo. Depois, decidiu seguir as orientações do Estado para que os municípios da região metropolitana atuassem em bloco, o que incluiria a capital.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que haverá incremento de novos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) voltados ao atendimento de pacientes com coronavírus nos próximos dias, locados de hospitais particulares. A medida é necessária para que os comércios possam ser reabertos na cidade.

Ainda não se sabe se Guti irá liberar o comércio, mas a tendência é seguir regras semelhantes às que foram definidas para a capital paulista. O entendimento no governo municipal é que houve uma decisão política de Doria para privilegiar o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB).

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM