fbpx
PUBLICIDADE

Guti decide revogar a taxa do lixo a partir deste mês

Foto: Reprodução
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Projeto de lei será encaminhado nesta quarta-feira à Câmara Municipal

O prefeito de Guarulhos, Guti (PSD), informou que a taxa do lixo será revogada. O projeto de lei para retirar a cobrança será enviado nesta quarta-feira (20), à Câmara Municipal, conforme informou o chefe do Executivo, em transmissão pelas redes sociais.

A cobrança será revogada a partir do mês de julho. Contudo, segue a obrigação dos contribuintes pagarem a taxa em maio e junho. No caso de quem pagou a taxa anual, a Prefeitura irá comunicar como será o reembolso.

A taxa do lixo foi aprovada em Guarulhos no ano passado, mas começou a ser cobrada em maio. Inicialmente, a revogação valeria para 2023, mas a pressão popular fez com que o governo municipal decidisse antecipar a medida. Para isso, haverá remanejamento de verba para cobrir o custo da taxa do lixo. Os vereadores devem votar o projeto em agosto, mas o texto terá validade retroativa a julho.

Guti afirmou que a taxa do lixo foi criada por imposição do Novo Marco do Saneamento e que ele tentou, via STF (Supremo Tribunal Federal), não criar o imposto. A revogação precisa ser aprovada pelos vereadores e, posteriormente, sancionada pelo próprio Guti.

“A inflação está alta. O custo de vida está alto. Sou contra qualquer criação de taxa. Congelamos o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) por seis anos e vamos congelar por mais dois”, disse Guti.

Em junho, Guti sancionou a criação da taxa de preservação ambiental, para taxar as empresas aéreas pela poluição causada em Guarulhos. Contudo, essa cobrança vale apenas para 2023.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM