fbpx
PUBLICIDADE

Guti confirma que reajuste dos servidores pode não ser o ideal neste ano

Guti, prefeito de Guarulhos
Foto: Lupacom
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Data-base para aumento salarial dos funcionários públicos é 1º de maio

A Prefeitura de Guarulhos ainda não definiu o reajuste dos servidores públicos, que tem como data-base 1º de maio. Após a inauguração do Hub de Inovação da Asseag (Associação de Engenheiros de Guarulhos), na noite de quarta-feira (12), o prefeito Guti (PSD) confirmou que o aumento dos servidores não deve ser com a alíquota desejável.

“A arrecadação caiu vertiginosamente. A gente não pode dar o aumento salarial que a gente gostaria. Temos que respeitar os nossos cofres”, comentou.

De acordo com Guti, o tema está em discussão na Secretaria de Gestão. Ele disse que a arrecadação dos impostos municipais não está conforme o planejado e ponderou que isso pode ser reflexo da pandemia do coronavírus ou da nova gestão do governo federal, comandado pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT).

No ano passado, a Prefeitura concedeu 2% de acréscimo nos vencimentos dos funcionários públicos e complementou com mais 2% no início deste ano. Para compensar, a gestão municipal efetuou aumentos nos benefícios em altos índices.

Em nota, o Stap afirmou que não vai aceitar reajuste salarial inferior ao aprovado em assembleia dos trabalhadores, que foi o índice de 20%. A entidade alega que os vencimentos dos servidores estão 27% defasados. A categoria ainda cobra vale-alimentação e vale-refeição de R$ R$ 1,5 mil, cesta básica de R$ 500 e piso de R$ 2 mil para os funcionários operacionais.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM