PUBLICIDADE

Anterior
Próximo

PUBLICIDADE

Anterior
Próximo

Guarulhos recebe relíquia de Santa Dulce dos Pobres

Padre Jonas, dom Zanone e relíquia Santa Dulce
Foto: Divulgação
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

PUBLICIDADE

A Capela São Paulo Apóstolo, no Parque Continental II, está em festa. A comunidade acolhe, a partir de 23 de fevereiro, na missa das 19h30, uma relíquia do corpo de Santa Dulce dos Pobres, que foi canonizada em outubro de 2019. O item foi entregue ao padre Jonas Barbosa, vigário da Paróquia São José, pelas mãos de dom Zanone Dementtino Castro, arcebispo de Feira de Santana, na Bahia. A cerimônia aconteceu no Seminário Diocesano de Guarulhos, no Lavras, no dia 14 de fevereiro.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

“Pensamos em dedicar a igreja da futura área pastoral de São Paulo Apóstolo. Quando se faz a dedicação do altar pede-se que se coloque a relíquia de um santo. Eu e o padre Alan Christian entramos em contato com dom Zanone. Ele, como sinal de graça, nos presenteou com uma relíquia do corpo de Santa Dulce, da sua própria capela pessoal”, explicou padre Jonas.

Após a missa de acolhida, a comunidade vai aguardar a decisão do bispo de Guarulhos, dom Edmílson Amador Caetano, que definirá o dia para dedicação do altar. É possível que aconteça na mesma data da instituição da Área Pastoral São Paulo Apóstolo, em de 2 de julho.

História

Irmã Dulce, que agora é chamada de Santa Dulce dos Pobres, nasceu na Bahia em 1914 e morreu em 13 de março de 1992. Se destacou pelo acolhimento aos mais necessitados, na espiritualidade e na assistência a pessoas carentes. Foi conhecida popularmente como Anjo Bom da Bahia.

O Vaticano considera Dulce como a primeira santa brasileira. Outros santos que atuaram no Brasil foram reconhecidos, porém ela é a primeira que nasceu no Brasil e teve milagres reconhecidos. Sua memória litúrgica é 13 de agosto.

Oração a Santa Dulce dos Pobres

Senhor nosso Deus, lembrados de vossa filha, a santa Dulce dos Pobres,
cujo coração ardia de amor por vós e pelos irmãos,
particularmente os pobres e excluídos, nós vos pedimos:
dai-nos idêntico amor pelos necessitados;
renovai nossa fé e nossa esperança e concedei-nos,
a exemplo desta vossa filha,
viver como irmãos, buscando diariamente a santidade,
para sermos autênticos discípulos missionários de vosso filho Jesus.
Amém.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE