fbpx
PUBLICIDADE

Funcionários da Proguaru não terão dias de greve descontados e farão compensação

Greve Proguaru
Foto: Rômulo Magalhães
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Decisão foi tomada durante audiência entre sindicato e empresa junto ao Tribunal do Trabalho

Os trabalhadores da Proguaru não terão descontados de sua folha de pagamento os cinco dias de greve realizados neste mês contra a extinção da empresa, aprovada pela Câmara e sancionada pelo prefeito ainda no final do ano passado.

A decisão foi tomada em audiência virtual de instrução e conciliação realizada pelo Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo com representantes da empresa, da comissão de trabalhadores e do Stap (Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública Municipal de Guarulhos).

Após mais de duas horas, ficou decidido que não haverá desconto dos dias parados e se formará comissão entre Sindicato, Proguaru e Prefeitura pra tratar de um plano pró-continuidade da empresa. Dia 6 de abril, acontece a primeira reunião.

O sindicato foi representado pelo presidente Pedro Zanotti Filho, a diretora Renata Grota e o advogado Marcelo de Campos Mendes Pereira.

“Dia 30 não haverá descontos. Mas os dias parados deverão ser compensados. A forma como isso se dará será debatida dia 6”, explicou o advogado

A Prefeitura quer fechar a empresa e terceirizar os serviços sob jsutificativa de sucessivos prejuízos, nos últimos dois anos, acima de R$ 200 milhões.

O sindicato afirma que a medida coloca mais de 4,7 mil pessoas em situação de desemprego durante a pandemia e move processos na Justiça para tentar barra a extinção.

“O Sindicato atua em várias frentes tentando manter empresa e empregos”, disse Zanotti.

“A Proguaru é um patrimônio da cidade. A empresa tem viabilidade. Os trabalhadores procuram fazer o melhor. Pedimos que a população também nos apoie”, comentou a diretora Renata.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM