fbpx
PUBLICIDADE

Estado inaugura Casa Terapêutica em Guarulhos para atender dependentes químicos

Inauguração do programa Casas Terapêuticas
Foto: Wellington Alves
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Acolhidos poderão ficar até dois anos nas instalações na Vila Galvão

Guarulhos passa a contar, a partir desta sexta-feira (24), com o Programa Casas Terapêuticas, do Governo do Estado de São Paulo. O lançamento aconteceu em cerimônia que contou com a presença do secretário estadual de Desenvolvimento Social, Gilberto Nascimento, do prefeito de Guarulhos, Guti (PSD), entre outras autoridades. A cidade passa a contar com três moradias na Vila Galvão para receber até 45 dependentes químicos.

O serviço atende, neste momento, apenas homens. O secretário confirmou que a inclusão de mulheres está em estudo. Além de Guarulhos, o Casas Terapêuticas também funciona na capital paulista. O atendimento com especialistas é gratuito. Apenas a Prefeitura, por intermédio da Secretaria Municipal de Assistência Social, pode fazer o encaminhamento dos possíveis internos.

De acordo com Nascimento, o objetivo do programa é acolher os dependentes químicos e oferecer estrutura adequada para que, a médio e longo prazo, eles possam retornar ao mercado de trabalho e conseguir a independência financeira. O Estado vai investir R$ 2 milhões por ano no programa. Outras duas cidades devem ser contempladas pelo programa até o próximo mês.

“A finalidade é recuperar essas pessoas que ficaram tanto tempo na rua e na drogadição, se tornaram dependentes químicos e precisam entender novamente como viver em sociedade. Como é viver em uma casa, uma casa e ter um ambiente de lar”, disse o secretário.

Guti afirmou que, com o Casas Terapêuticas, ele conclui a entrega de 100% de duas promessas de campanha na Assistência Social. Ele avalia que o programa pode colaborar para a reconstrução de muitas famílias que sofrem pelos danos causados pelas drogas.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM