fbpx
PUBLICIDADE

Em lockdown, Araraquara vive colapso na saúde e internações recorde por covid-19

Foto: Divulgação/Prefeitura de Araraquara
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Estado anunciou há pouco a abertura de 70 leitos no local

Mesmo após o lockdown, a cidade de Araraquara vive uma situação “extremamente grave”, com colapso na saúde e recorde de atendimentos e internações na cidade, conforme disse a secretária de Saúde da cidade, Eliane Honain, em vídeo divulgado nas redes sociais nesta terça-feira (16).

“Não podemos em nenhum momento falar em possibilidade de abertura de quaisquer serviços, temos que manter o endurecimento ainda mais em relação à nossa realidade”, disse a secretária.

Ao todo, a cidade tem hoje 212 pacientes estão internados. Destes, 149 estão em enfermaria – 9 suspeitos e 140 confirmados. E 63 estão na UTI – 2 suspeitos e 61 confirmados. Do total de 212 internados, 172 são moradores de Araraquara e 40 são de outros municípios e foram transferidos para hospitais da cidade.

Com relação às internações nos serviços hospitalares que disponibilizam leitos para Covid-19 (públicos e privados), a cidade conta hoje com uma taxa de ocupação de 100% de leitos de enfermaria e 100% de UTI.

Hoje, a Santa Casa de Araraquara tem 17 pacientes internados com Covid-19, a Unidade de Retaguarda do Melhado tem 17 pacientes e o Hospital de Campanha tem 39 pacientes.

Nesta terça-feira (16), o Governo do Estado anunciou a abertura de 70 leitos na cidade. A cidade conta ainda com 12 casos da variante do coronavírus encontrada em Manaus.

“Se nós não cessarmos a transmissão, nós seremos vencidos pelo coronavírus”, disse a secretária de saúde: “Eu suplico, nos ajude”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM