fbpx
PUBLICIDADE

Em Guarulhos, Haddad diz que é preciso virar voto ainda no primeiro turno

Fernando Haddad
Foto: Reprodução/Facebook
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Candidato ao Governo do Estado pelo PT disse que é preciso conversar com eleitor “distraído por quem não tem o Brasil no coração”

Candidato ao Governo de São Paulo pelo PT, o ex-ministro da Educação Fernando Haddad disse, durante um evento em Guarulhos, na quinta-feira (11), que é preciso virar voto a favor do partido e de seus aliados ainda no primeiro turno da eleição deste ano.

Durante o evento, Haddad exaltou questões sociais e não poupou críticas a atual gestão do presidente Jair Bolsonaro (PL), com quem disputou as eleições de 2018 no segundo turno.

Assim como Lula, Haddad está à frente nas pesquisas eleitorais pelo cargo que disputa, com mais de 30% das intenções de voto, mas afirmou que não há momento para comemoração.

“Nós temos que sair daqui conscientes de que nós temos uma tarefa a cumprir. Não é comemorar pesquisa. Eleição é dia 2 de outubro, esse é o dia da vitória, esse é o dia que nós vamos ganhar a eleição. E até lá, não é falar com aquele que já vai votar com a gente. É falar com aquele que tá sendo distraído por aquele que não tem o Brasil no coração, que tão querendo fazer negócio com o Brasil, privatizar tudo. Vender tudo, cortar direito”, disse Haddad.

Haddad afirmou ainda que Bolsonaro insiste na teoria conspiratória da urna eletrônica porque não tem o que discutir com o povo. Segundo o petista, a perda da eleição em 2018 foi um vacilo do partido, que paga cara por isso.

“Se o vira voto começasse no primeiro turno em 2018, a gente ganhava aquela eleição no primeiro ou no segundo, mas nós vacilamos e estamos pagando cara por isso. Mas fizeram o diabo com a gente. Prenderam o Lula, afastaram a Dilma, me processaram, fizeram todas as maldades possíveis para a gente não ganhar a eleição”, comentou Haddad.

O candidato esteve em Guarulhos acompanhado de Márcio França (PSB), que abriu mão da disputa pelo governo do Estado para disputar a vaga pelo Senado em SP. A esposa dele, Lucia França, é a vice na chapa de Haddad.

Petistas guarulhenses exaltam Haddad e evitam clima de “já ganhou”

Fernando Haddad no PT em Guarulhos
Haddad posa para fotos com petistas guarulhenses (Foto: Reprodução/Facebook)

Nomes influentes do PT de Guarulhos, assim como o Haddad, evitaram o clima de já ganhou e afirmaram que a visita do ex-ministro da Educação em Guarulhos mostra o compromisso que ele terá com a cidade.

Veja o que disseram:

“Eu acho que o Haddad como governador, ele tem essa enorme experiência e realizações na área da Educação e uma coisa super importante que ele falou é transformar as escolas estaduais no padrão do Instituto Federal dos estudos federais, porque junto o ensino comum, como é efeito, com o ensino técnico, com as profissões que as pessoas vão ter. E é preciso também uma nova gestão na área da saúde, de infraestrutura, então essa eleição vai ser um arejamento, uma mudança importantíssima no Estado de São Paulo. Eleger Haddad é importantíssimo para a governabilidade e as realizações do Lula presidente da República”, disse Elói Pietá, ex-prefeito de Guarulhos.

“O Haddad falou da importância dessa eleição para o futuro do Brasil, para o futuro de São Paulo, consequentemente o de Guarulhos, e da importância de defendermos a democracia, conversamos com as pessoas, inclusive nesse momento para falarmos da diferença desse projeto que representa o time do presidente Lula, o time da civiliudade, da vida, do projeto antagônico ao outro lado, que simboliza o autoritarismo e todas as antipoliticas em curso no país e o seu compromisso com a educação e a juventude. E o senador Márcio França reafirmou o compromisso, que é uma luta nossa, da extensão do trem até Bonsucesso, Pimentas, e também da vinda do metrô de Guarulhos”, afirmou Alencar Santana, deputado federal e candidato à reeleição.

Hoje é um dia marcante que nunca será esquecido, porque ele tem como luz a questão da democracia, a luta por direitos e por um estado democrático. O Haddad vindo aqui, estando bem nas pesquisas, além de tudo é um professor que tem uma sensibilidade e que vai entender Guarulhos em sua pujança. O Márcio França falou algo importante, que nós precisamos de um governador que vai além do voto, de ter um olhar e um compromisso com a cidade. É preciso mudança e eu tenho compromisso com isso. Inclusive já falei com o Haddad da faculdade pública de medicina em Guarulhos. Assim como ele trouxe a Unifesp, temos de trazer um curso de medicina gerido pelo Estado”, Janete Pietá, vereadora e candidata a deputada estadual.

Nós estamos vivendo mais de décadas por uma galera que não avançou nos problemas de São Paulo e não avançou nos problemas de Guarulhos. O Governo do Estado não ajudou a resolver problemas de saúde, da mobilidade urbana, em especial do trem, do metrô, a gente tem um candidato do campo progressista, que já fez muito em todas essas áreas, mas principalmente na educação, liderando as pesquisas, para a gente significa muito para todo o Estado e em especial parta Guarulhos. Ter o Haddad aqui significa ele se comprometer com a cidade, com os problemas da cidade”, afirmou Fernanda Curti, primeira suplente de vereadora do PT em Guarulhos e candidata a deputada federal.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM