fbpx
PUBLICIDADE

Doria quer impedir manifestações simultâneas na avenida Paulista

Foto: Pam Santos⁩/@soupamsantos
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Atos de domingo terminaram em confrontos com a Polícia Militar

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta segunda-feira (1), que, junto com a Prefeitura, quer impedir que as manifestações pró-governo Bolsonaro e pró-democracia aconteçam simultaneamento na avenida Paulista. Ontem, houve ameaças entre os grupos e confronto da Polícia Militar com torcidas organizadas.

Doria diz que a proposta do Estado é que os grupos que participem dos protestos possam se manifestar aos finais de semana, se revezando entre sábado e domingo. Em relação ao confronto de ontem, ele disse que a PM evitou que houvesse feridos entre os grupos divergentes.

Ao citar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que participou de ato a favor de seu governo, ontem, em Brasília, Doria provocou: “Bolsonaro passeia a cavalo e a pandemia galopa”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM