fbpx
PUBLICIDADE

Doria fala em “desastre” provável demissão de Mandetta

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que será um “desastre” a provável demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). A declaração foi dada em entrevista coletiva, nesta quarta-feira (15), no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista.

A relação entre Bolsonaro e Mandetta está muito abalada, principalmente após a entrevista do ministro ao Fantástico, no domingo (12). O ministro falou que os brasileiros não sabem se escutam ele ou o presidente.

Mandetta defende o isolamento social para evitar o contágio pelo novo coronavírus, como orienta a Organização Mundial da Saúde. Já Bolsonaro minimiza o problema e diz que é preciso isolar apenas os idosos.

“É um risco para a saúde pública do país. Haverá o risco de não termos mais a orientação técnica, mas sim uma orientação política e ideológica”, disse Doria.

O secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann, disse que é um erro estratégico alterar a equipe de trabalho no ministério durante a pandemia.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM