fbpx
PUBLICIDADE

Demissões e falências: donos de bares e restaurantes de Guarulhos pedem ajuda nas redes sociais

manifesto bares e restaurantes
Foto: Reprodução
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Com fase vermelha e emergencial, donos de bares e restaurantes não podem atender presencialmente e veem faturamento cair

Donos de bares e restaurantes citaram um cenário trágico de demissões e falências em um vídeo, criado pela Asbreg (Associação de Bares, Restaurantes e Similares de Guarulhos), divulgado nas redes sociais em que pedem ajuda da população.

“Nesta pandemia mundial os setores de bares, restaurantes, similares e eventos em geral, são os mais afetados por esse vírus mortal. Desde o começo estamos, e continuamos fazendo a nossa parte, atendendo todos os protocolos sanitários e de saúde recomendados. Mas neste momento, em que estamos de portas fechadas, precisamos da AJUDA de todas as esferas de governo e da sociedade. Não queremos e não podemos encerrar nossos empreendimentos que geram empregos e renda para milhares de famílias. Apoiem o comércio local, os micros e pequenos empreendedores!!!”, diz o comunicado.

A categoria está sem poder abrir as portas desde a fase vermelha e sofre sucessivos problemas por conta das restrições iniciadas em 3 de março neste ano, mas os relatos das dificuldades financeira ocorrem desde o ano passado, quando os proprietários tiveram de se reinventar e focar no sistema de delivery.

Os comerciantes citam ainda a falta de apoio dos governos e que é preciso apoio para que as pessoas fiquem em casa sem passar fome.

Recentemente, a ACE (Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos) de Guarulhos também emitiu uma nota oficial em que afirma que os pequenos empresários precisam de socorro. Tanto a ACE como a Asec (Associação dos Empresários Cumbica) e a diretoria regional do Ciesp (Centro das Indústrias de São Paulo) temem um aumento do desemprego e de empresas fechadas na cidade.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM