PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Covid-19: Capital aplicou mais de 100 mil vacinas em moradores de Guarulhos

vacinação
Foto: Wellington Alves
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Guarulhenses foram os que mais mais se vacinaram na cidade de São Paulo após paulistanos

Dos quase 6,4 milhões de vacinas contra a covid-19 aplicadas pela cidade de São Paulo, mais de 100 mil foram aplicadas em moradores de Guarulhos, segundo estudo do Instituto de Comunicação e Informação em Saúde (Icict/Fiocruz), divulgado na nota técnica Deslocamento da população em busca da vacina, nesta quarta-feira (23).


Não necessariamente a informação significa que mais de 100 mil guarulhenses se vacinaram na Capital, já que há aplicação da segunda dose, o que reduziria o número de moradores de Guarulhos que se vacinaram em São Paulo em ao menos 50 mil.

Por outro lado, como a aplicação da segunda dose pode demorar até três meses no caso de vacinas como AstraZeneca e, mais recentemente, a Pfizer, é bem provável que o número de moradores de Guarulhos vacinados na Capital seja bem superior a 50 mil.

Para se ter uma ideia, Guarulhos foi, de certo modo, a cidade que mais se vacinou na Capital. Em maio, a reportagem do GRU Diário divulgou que 8.754 moradores de Guarulhos foram vacinados contra a covid-19 na cidade de São Paulo.

No levantamento, a Fiocruz revela que a capital paulista aplicou 257.159 doses em seis municípios vizinhos: Guarulhos (101.681 doses), Osasco (37.715), Santo André (35.236), Diadema (27.758), Taboão da Serra (27.650) e São Bernardo do Campo (27.119).

Além disso, a Prefeitura de São Paulo também vacinou grupo considerável de moradores de outras capitais: 29.392 doses foram aplicadas em moradores de Rio de Janeiro (12.118), Salvador (5.526), Belo Horizonte (3.985), Curitiba (3.961) e Brasília (3.802).

Vale ressaltar, entretanto, que em 28 de maio a Prefeitura de São Paulo passou a exigir comprovante de residência na vacinação contra a covid-19. Tecnicamente, guarulhenses não puderam se vacinar na Capital quando a falta de vacinas levaram a suspensão da vacinação da cidade gerida pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB) na última terça-feira (22).

De acordo com a Fiocruz, os números de vacinação do município de São Paulo são um indício do tipo de problema gerado pela falta de integração entre o Ministério da Saúde, os estados e municípios na campanha de vacinação.

“Esses números atrapalham o planejamento das secretarias municipais de Saúde e podem ter prejudicado o calendário de vacinação da Prefeitura de São Paulo, causando adiamento da aplicação de vacinas, como já ocorreu com o município do Rio de Janeiro há poucos meses. Sem uma coordenação nacional, que integre efetivamente as políticas de vacinação de estados e municípios, sob a liderança do Ministério da Saúde, continuaremos a ver fortes discrepâncias no esforço de vacinação, com enorme variação entre o percentual de vacinados de cidade para cidade, mesmo dentro de um único estado”, analisou o epidemiologista Diego Xavier, do Icict/Fiocruz.

Mais de 11 milhões de doses de vacinas foram aplicadas em moradores de outras cidades

O estudo da Fiocruz ainda revela que mais de 11,3 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 foram aplicadas pelos municípios em moradores de outras cidades que, em média, viajaram 252 quilômetros até o local de vacinação.

“Na prática, a cada seis doses de vacinas aplicadas em todo o Brasil, uma foi em pessoas que saíram da cidade onde moram para serem vacinadas”, diz uma das conclusões.

Entre outras conclusões, o trabalho mostra que pouco mais da metade dos municípios brasileiros (2.886, de um total de 5.570) aplicou menos doses de vacinas do que a média nacional do percentual de doses necessárias (23% do total da população a ser vacinada). Isso é um forte indicador de uma falha no esforço nacional de imunização, que deveria vacinar a população de maneira homogênea, com proporções similares nos municípios para os grupos prioritários e por idade. 

(Com informações da Agência Fiocruz)

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM