Colombianos seguem acampados no Aeroporto de Guarulhos

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Foto: Reprodução/Record TV

Governo da Colômbia não quer pagar custos de viagem dos seus cidadãos

Segue o impasse que envolve o retorno de quase 200 colombianos acampados no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos. O grupo é formado por pessoas que viviam na capital paulista, mas perderam os empregos por causa da pandemia do novo coronavírus. Sem condições de ficar no Brasil, eles querem retornar para a Colômbia.

A situação não é simples. A Embaixada da Colômbia informou que foram realizados três voos de repatriação desde o final de abril, que transportaram 346 pessoas. Porém, há exigência de os interessados pagarem a passagem, que custa 400 dólares, equivalente a mais de R$ 2,1 mil.

Os colombianos acampados não aceitam irem para abrigos em Guarulhos ou São Paulo. Eles disseram que sairão do aeroporto apenas se foram transportados em um voo gratuito para o seu país de origem. O grupo tem recebido doações de pessoas que passam pelo aeroporto.

O Ministério Público Federal abriu uma investigação sobre o caso e convocou uma reunião, na tarde de hoje (26), para tratar o assunto. Foram convocados o Ministério das Relações Exteriores e a Embaixada da Colômbia.

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram

Comentários...

Veja também...

- PUBLICIDADE -