fbpx
PUBLICIDADE

Clínicas fingem aderir a Mutirão Zera Fila e cobram consultas de pacientes em Guarulhos

Atendimento Zera Fila
Foto: Fabio Nunes Teixeira/PMG
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Programa que vai realizar 380 mil procedimentos em três meses é gratuito

Após mais de duas semanas de implementação, o programa Zera Fila de Guarulhos é alvo de clínicas médicas oportunistas que visam enganar usuários do SUS (Sistema Único de Saúde). A informação foi confirmada pelo diretor do Departamento de Planejamento e Regulação em Saúde em Guarulhos, Renan Marani Garcia, em entrevista ao GRU em Pauta, na última quinta-feira (15).

O Zera Fila foi concebido pela Secretaria Municipal de Saúde, com suporte de R$ 21 milhões do Governo do Estado de São Paulo, para acabar com a fila de 380 mil procedimentos não realizados até 1º de dezembro na cidade, entre os quais, cirurgias eletivas, exames e consultas.

De acordo com Garcia, clínicas têm colocado cartazes de adesão ao programa municipal e, quando os pacientes passam em consultas, são obrigados a pagar por elas. O Zera Fila não cobra por nenhum procedimento.

“Temos pessoas mal-intencionadas que estão tentando levar pacientes para clínicas particulares e atendimentos pagos. Todos os serviços são conveniados ao SUS no HMU (Hospital Municipal de Urgências), Hospital Pimentas Bonsucesso e o CRO (Hospital dos Olhos”, afirmou.

Quem tiver consultas, exames ou cirurgias eletivas atrasadas deve procurar os postos de saúde para atualização do cadastro. Se perceber alguma tentativa de golpe por clínica particular, o usuário é orientado a a efetuar a denúncia pelo telefone 0800 772 2986, no site https://www.zerafilaguarulhos.com ou registrar na Secretaria Municipal de Saúde.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM