fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

CBV encerra Superliga B e Guarulhos sobe de divisão após coronavírus

Foto: Duda Bairros/Divulgação
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) emitiu nota nesta quarta-feira, 18, informando que decidiu encerrar as disputas da Superliga B, segunda divisão do principal campeonato de vôlei do Brasil, por receio do risco de disseminação do novo coronavírus. Com a resolução, o Vedacit Vôlei Guarulhos foi alçado à Superliga A, já que terminou o torneio na primeira colocação geral, apesar de ainda estar disputando as quartas de final dentro de quadra.

Para Anderson Marsili, jornalista e Gestor Esportivo do Vedacit Vôlei Guarulhos, a decisão foi coerente com o momento e, ao mesmo tempo, foi gratificante para a equipe. “Temos que ser conscientes sobre a situação, que está crítica e não sabemos ainda como ficará”, disse, sobre o coronavírus. “Quanto a vaga na Superliga A, apesar de não ser do jeito que queríamos, estamos felizes com o resultado, pois a equipe se dedicou muito desde o início e estávamos batalhando por essa conquista”, completou. A equipe guarulhense deve retornar em 30 dias para dar andamento aos treinos para a Superliga A.

De acordo com a CBV, os oito times participantes votaram: cinco a favor do encerramento dos confrontos e três contra. “Pelo bem de todos os envolvidos na competição, não haverá mais partida alguma, tendo, assim, a classificação final respeitando a de momento”, afirma a confederação em seu site.

“A CBV, que conta com um comitê de crise composto por área técnica, médica e jurídica, entre outros, apresentou a proposta pela conclusão do campeonato, já que a preocupação da entidade com a saúde está acima de qualquer outra questão. Após a decisão, então, a entidade recomendou que todos os clubes liberem seus atletas de treinamento e que os mesmos permaneçam em casa, seguindo as recomendações das autoridades da saúde”, diz a nota.

Com a definição, a classificação final da temporada 2020 da Superliga B masculina ficou assim: Vedacit Vôlei Guarulhos, Uberlândia/Start Química/Gabarito (MG), Anápolis Vôlei (GO), Brasília Vôlei/Upis (DF), JF Vôlei (MG), Apav Vôlei (RS), Lavras Vôlei (MG), e São José Vôlei (SP). O Guarulhos pode se considerar, portanto, o campeão do torneio, mesmo sem ter chego às semifinais.

Em sua primeira partida pelas quartas de final, os guarulhenses ganharam do Lavras, em MG, por 3 sets a 2. Eles fizeram grande campanha, com seis vitórias e apenas duas derrotas até a crise causada pelo coronavírus.

A CBV esclareceu que dará um posicionamento sobre a Superliga A na quinta-feira, 19, quando os clubes devem se reunir via videoconferência.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM