PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Caminhoneiros protestam e Bolsonaro grava áudio em que pede a liberação das rodovias

manifestação
Foto: reprodução/TV Globo
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Ministro confirma áudio (veja vídeo). Até o momento, PRF não confirmou nenhuma paralisação próxima a Guarulhos

Caminhoneiros bolsonaristas iniciaram no fim da tarde desta quarta-feira (8) bloqueios em rodovias de ao menos 15 estados do País. Até o momento, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) não confirmou nenhuma paralisação nos trechos de Guarulhos das Rodovias Federais.

Vídeos que circulam em grupos de WhatsApp cita grandes concentrações de caminhoneiros. Diante da movimentação o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) gravou um áudio em que pede para que os caminhoneiros liberem as vias para não prejudicar a economia.

“Fala para os caminhoneiros aí que são nossos aliados, mas esses bloqueios aí atrapalham a nossa economia. Isso provoca desabastecimento, inflação, prejudica todo mundo, em especial os mais pobres. Então, dá um toque nos caras aí, se for possível, para liberar, tá ok? Para a gente seguir a normalidade”, disse Bolsonaro.

Em vídeo, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, confirma a gravação do áudio pelo presidente:

As manifestações acontecem após protestos de natureza golpistas realizados em todo o país a favor do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido). Ele voltou a atacar o STF (Supremo Tribunal Federal) e afirmou que não cumpriria mais nenhuma decisão que partisse do ministro Alexandre de Moraes, responsável pelo inquérito das Fake News.

Nesta quarta-feira, o presidente do STF, Luiz Fux, criticou o comportamento de Bolsonaro, sem citá-lo nominalmente, e criticou o que chamou de “falsos profetas do patriotismo”. Ministros avaliam que Bolsonaro cometeu crime de responsabilidade com os ataques contra a Corte.

O PSDB anunciou nesta quarta-feira (8) que passa a ser oposição ao governo de Bolsonaro. O Solidariedade também avaliar se posicionar contra o presidente. O DEM também emitiu uma nota contra o teor do discurso do presidente no feriado.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE